Entrevistas

[Entrevista] Praticando Endomarketing com Vinicius Nunes – Sabin Medicina Diagnóstica

Para nossa primeira entrevista do ano, trazemos o publicitário Vinicius Nunes, residente de Brasília.

Ele trabalha como Coordenador de Endomarketing no Sabin Medicina Diagnóstica e contou um pouco para nós sobre a área na organização.

Vem conferir!

Dúvidas e sugestões de novas entrevistas, deixa para a gente nos comentários! 😉

1- Como foi sua trajetória até chegar na área de endomarketing?

Iniciei anos atrás quando era uma pequena empresa. Fui o primeiro colaborador do marketing, depois de alguns anos fui desbravar outros horizontes. Retornei para a empresa para colaborar no desenvolvimento da área com foco no terceiro setor, o Instituto, passado mais um tempo voltei para o mercado para obter experiência e atuar em uma grande holding, quando finalmente retornei para esta fase desenvolvendo o endomarketing.

2- A alta direção da empresa que você trabalha sabe a importância das ações de endomarketing?

Totalmente. Todas ações que envolvem a alta direção têm resultados melhores de imediato e ele são nossas estrelas. Muitas das solicitações vem diretamente da alta direção e da presidência. Há um estreitamento das relações muito saudável em todas as hierarquias. Todos possuem pontos de vista e considerações muito importantes para o desenvolvimento e ajustes das nossas práticas.

3– Qual área da organização é a responsável por realizar o endomarketing? (RH, Comunicação, Marketing)

Possuímos 4 áreas que realizam o endomarketing com focos específicos: o Marketing com foco nas projeções no mercado, o RH com foco na gestão de pessoas, qualidade de vida, carreira e desenvolvimento; a Universidade Corporativa, com foco na educação corporativa; e o Endomarketing nos demais assuntos.

4- Há uma integração entre as áreas para realizar ações de endomarketing? Ou as ações são feitas de maneira isolada apenas por uma área?

Somos totalmente integrados. Uma das funções do endomarketing é promover o engajamento e integração dos colaboradores nas ações das demais áreas. Sempre procuramos dar todo o suporte necessário para que as áreas consigam mobilizar e engajar da forma mais eficiente possível.

5- Conta pra gente um pouco das ações de endomarketing que já foram realizadas e quais as que tiveram mais sucesso.

Todos os anos são realizadas muitas ações e com focos muito específicos.

A medida que dão certo são aprimoradas, repetidas e muitas vezes entram para nossa programação anual.

Como exemplos de sucesso temos muitos como: o “NO STRESS”, uma ação de clima surpresa que é ativada todas as vezes que uma área percebe que está passando por algum momento em que é necessário aumentar a integração, o engajamento e a confiança; em 2017 fizemos o “Show de Atendimento”, nossa campanha anual de motivação dos colaboradores atendimento que mobiliza todas as unidades do Brasil; O Conectasabin, uma ação de 12 meses desenvolvida para a implementação de um sistema integrado com índice de desempenho acima de 95% e que o modelo será adotado em nossa grade fixa; O “Cuidando das nossas flores”, uma ação desenvolvida a pedido de nossa alta direção com objetivo trabalhar ao longo do ano diversos temas que tangem a saúde, bem-estar, qualidade de vida, integração e posicionamento das nossas queridas mulheres; O Humanizar, a tradução do nosso jeito de liderar negócios desenvolvido para nossa universidade corporativa diante do objetivo apresentado. Estamos sempre buscando lançar novos sucessos! =)

6- Quais veículos internos tem na empresa onde você trabalha?

Aqui usamos todos os recursos tradicionais existentes como newsletters, boletins informativos, cartazes, banners, displays, intranet, mala direta e incluímos também os menos formais como as redes sociais. Toda forma de se comunicar é considerada ao analisar a mensagem, o público alvo, a expectativa dele e o tipo de retorno que esperamos.

7- Como você mensura os resultados das ações/campanhas de CI e endomarketing? 

Considero que a nossa função é complementar e integrar as outras áreas da empresa promovendo os projetos, programas e mudanças das demais áreas, por este motivo o bom trabalho do endomarketing reflete nos resultados do atendimento, da qualidade, do departamento pessoal, em todas as áreas da organização que desenvolveram algum trabalho em conjunto, logo, todos os indicadores da empresa são meus termômetros. É muito importante ter uma visão sistêmica, principalmente para podermos determinar as prioridades no dia a dia e realizar algum tipo de ajuste a tempo. De modo geral os resultados ficam muito mais consolidados e evidentes na pesquisa de clima organizacional e na apresentação dos resultados gerenciais.

8- Que dicas você daria para os profissionais que querem trabalhar nessa área?

A minha dica para os profissionais de endomarketing é que busquem conhecer de tudo um pouco. Precisamos estar constantemente pensando “fora da caixa” para ter ideias e propor soluções criativas. Ter afinidades com gestão de pessoas, tecnologia, administração, estratégia, design instrucional, organizacional, inovação, mercado, estatística, logística, tudo que é importante para as demais áreas da empresa devem ser considerados quando traçamos o planejamento das nossas atividades, isso abre a competitividade necessária para conseguir uma oportunidade interna ou posição no mercado de trabalho.

9- Quais características o profissional de endomarketing tem que ter para trabalhar na área?

Considero que é preciso ter muita flexibilidade e criatividade para propor os mais diversos tipos de soluções, uma boa dose de visão sistêmica de todo o negócio e principalmente humildade para conseguir dar projeção a todas as áreas da organização, afinal, o nosso trabalho é promover internamente todos os interesses da organização!

10- Deixe uma mensagem para os apaixonados por Comunicação Interna e Endomarketing.

O endomarketing é muito dinâmico, permeia pelo desenvolvimento de pessoas, processos, sistemas, culturas, negócios. A comunicação possui um poder de transformação e desenvolvimento fantástico. Uma comunicação clara, objetiva, fácil e focada no target pode ativar potenciais das pessoas jamais pensados. Atuar nessa área é árduo e nos dá como retorno, além da realização profissional, a verdadeira sensação de dever cumprido com a sua empresa e com sociedade. É muito gostoso observar os resultados.

Vale muito a pena! Espero encontrar muitos leitores em breve no mercado para trocarmos mais experiências. Um grande abraço!

 

Continue lendo

JENIFER FERNANDES

É Relações-Públicas, já trabalhou com Assessoria de Imprensa e trabalha com Relacionamento Digital de grandes marcas. Gosta muito de Comunicação Interna e Endomarketing e quer desbravar essa área atualmente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close